domingo, 21 de abril de 2013

Não é novidade que teremos que construir nossa casa com um "low budget". Portanto pensamos sempre em alternativas bonitas, modernas e que caibam em nosso bolso. Eu me apaixonei há um tempo pelo cimento queimado - nossos bons e velhos pisos de "vermelhão" e "amarelão" - na casa da minha primeira infância o piso era de cimento queimado verde, tenho memórias deliciosas e fresquinhas de deitar naquele chão.

Enfim, acredito que esta será a melhor alternativa para o piso do primeiro andar de nossa casa e também para a escada.

 Fica lindo com detalhes de alumínio - imagino as juntas de dilatação com este efeito de alumínio.
(Detalhe para o Sr. Mickey Mouse)


Estas são algumas fotos de como esta técnica pode ser utilizada com muito bom gosto. Mais fotos, bem bacanas podem ser encontradas no blog: http://larissafrarq.blogspot.com.br/2012/08/cimento-queimado.html

Agora vamos descobrir como fazer essa "boniteza":




O que é e como aplicar


O cimento queimado nada mais é do que um piso feito a partir de uma argamassa feita na obra com a mistura de cimento, areia e água. Essa argamassa deve ser aplicada com uma espessura média de 30 mm sobre o contrapiso ou sobre um lastro de concreto áspero. Caso a base esteja muito lisa, sugere-se que seja feito um chapisco para aumentar a aderência do cimento queimado. Após a aplicação da argamassa, devemos conseguir o máximo nivelamento do piso, preferencialmente com régua metálica.
Se pararmos o processo por aí, esse piso vira o famoso cimentado, que reveste boa parte das calçadas das nossas cidades. O ato de “queimar” o cimento é o que o distinguirá de um simples piso cimentado.
Queimar o cimento não tem nenhuma relação com fogo ou maçaricos. Este é o nome dado ao processo de jogar pó de cimento sobre o piso de argamassa de cimento e areia ainda mole e úmida; então, a superfície deve ser desempenada com uma desempenadeira de aço, espalhando o pó de cimento sobre a argamassa e deixando o conjunto bem liso. Após a secagem está pronto o cimento queimado, com um aspecto bem liso e nivelado.

PROBLEMAS COM CIMENTO QUEIMADO

- Pode ser muito escorregadio.
- Trincas - que podem ser minimizadas com juntas de dilatação.

DICAS 

O pó usado para queimar o cimentado deve estar seco e ser bem misturado. Se a mistura não ficar homogênea, corre-se o risco de surgir manchas no cimentado. Durante a execução, caso apareçam bolhas, elas devem ser estouradas e retocadas com a própria desempenadeira de aço. "Esse piso é frágil. Deve ser uma das últimas etapas da obra, evitando assim a passagem de carrinhos e equipamentos pesados sobre ele". Para áreas externas, o conselho é não queimar a superfície, mas só desempenar - assim, não fica escorregadia.
Ainda nas áreas externas, é aconselhado proteger o cimentado, após o fim do trabalho, com uma lona plástica, sem deixar que ela toque no piso.
No dia-a-dia, o piso de cimento queimado não é dos mais fáceis de conservar. A
opinião é da paulistana, que usou o acabamento no hall de entrada de sua casa. Ela diz que já sabia das dificuldades para mantê-Ia, por isso não se decepcionou. Deu uma festa recentemente, e o piso, mesmo coberto por uma camada de cera, ficou todo riscado de preto. "Para limpar, foi preciso esfregar com água e sabão, retirando cada mancha." Apesar do esforço, o resultado não foi 100%. Quem gosta desse piso e quer fazê-Io em casa deve estar atento a certos detalhes. Os mais práticos vão apreciar uma novidade: kits de cimento queimado, que já trazem a mistura pronta. O passo-a-passo, mostrando como ele é aplicado, está logo abaixo. Aproveite!
Regularize o contrapiso, antes de tudo. Para isso prepare uma massa na seguinte proporção: 4 partes de areia, 1 de cimento e 1/2 de água. A queima é feita em cima desta massa.
Mesmo empregando-se as juntas de dilatação, podem aparecer fissuras entre elas e o piso, cerca de trinta dias depois do fim do trabalho. Preencha o espaço com silicone.
Após sete dias (secagem), aplique sobre a superfície um produto para fechar os poros do cimentado, protegendo-o da umidade, por exemplo. Opções: selador para concreto, impermeabilizantes a base de poliuretano (dá brilho), vernizes especiais para piso e cera para ardósia ou cera líquida e transparente. Faça manutenção mensal.
Conforme vai secando, o piso de cimento dilata-se e pode trincar, para atenuar a situação use juntas de dilatação em intervalos de até 1 metro. Compre-as em lojas de material de construção;Prefira juntas de plástico ou de metal, pois a madeira se deteriora, juntando bactérias e fungos. Outra opção é a cerâmica ou ladrilho hidráulico.