domingo, 30 de junho de 2013

Funeral do Dinheiro!

Continuamos enterrando dinheiro!

Como o desnível do terreno foi maior do que havíamos previsto, acabamos decidindo por fazer um porão, aproveitando o novo espaço para abrigar meus peludos, e para o Felipe (e nessa quero me engajar também)  implementar sua cervejaria artesanal! (Aguardem que, logo logo, haverá uma nova Skol).

Nas fotos abaixo estão duas fases:

1) Fim da concretagem dos tubulões e início das ferragens dos pilares.

2) Início da fase dos baldrames - Nas fotos as pseudo-paredes são do porão.

 Linha de montagem das ferragens.
 Primeira "parede" da casa. Essa área será nosso porão.
 Porão. A altura do gabarito é a altura que será a casa - desconsiderado o porão.
 Porão. Á direita está o barracão de obras
 Ferragens dos baldrames (É isso mesmo Fiscal Felipe?)

 Outra da linha de montagem das ferragens.
 Vigas saindo do tubulão.
 Ferragens organizadas.
 Treliças para a lage do porão.
 Preparação para início da fase de execução das vigas.
 Estrutura metálica dos tubulões.