quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Telhado ou manta

Depois de várias crises de Alzheimer, e Felipe ter que me lembrar uma centena de vezes a pesquisa que eu deveria fazer, eis aqui o tópico de hoje: PARA A PROTEÇÃO DE LAJE (quando não há telhado colonial, por exemplo) QUAL A MELHOR OPÇÃO?

 Telhado embutido
 Manta

De acordo com o Engenheiro Luiz Eustáquio Cavalieri França, em publicação no Estado de Minas, o ideal é a utilização de ambos, principalmente em caso de laje pré-fabricada, que é mais permeável. Contudo se as 'nicas' disponíveis não forem suficientes, é melhor que se opte pelo telhado, uma vez que apesar serem praticamente o mesmo preço, em função de intempéries climáticas a vida útil da manta asfáltica pode ser reduzida, reduzindo o tempo de manutenção em comparação a telhado.

No blog Construindo Minha Casa Clean, a Graziele disse ter usado um telhado escondido para proteger a laje, que foi escondido pela platibanda, a telha utilizada por ela foi de fibrocimento "brasilit" de 10 mm, por ter a espessura mais grossa, sendo assim mais resistente. Ela também utilizou manta aluminizada para maior proteção térmica!  (A casa dela é bem no estilo na nossa!!!)

Sobre a impermeabilização:


Sobre casas sem telhado aparente:


Encontrei essa boa discussão no blog da Jessika Senhori, a qual transcrevo:

Por Professor Fabiano

"A casa com telhado embutido, apresenta alguns problemas: Além de ser mais quente, as paredes mancham com mais facilidade, pois a sujeira que se acumula sobre o topo da parede escorre ao longo da parede, o que não ocorre com a casa de telhado aparente pois há o beiral.
Outro problema: as paredes da casa ficam mais quentes (e por isso a casa também), pois não há beiral, dessa forma há mais incidência de luz sobre as paredes.
Em regiões mais arborizadas é imprescindível cuidar muito bem a cobertura, pois as folhas que caem das árvores danificam as calhas de água, e casa de platibanda, quando a calha transborda é bye bye forro de gesso e eletroeletrônicos. Vou mais longe, cuidado nesse caso com curtos-circuitos, pois se sua lage foi feita com placas de isopor (que embora sejam mais leves, também são menos duráveis), são inflamáveis.
O fato é que além do modismo, há maior facilidade e é mais barato fazer casa de platibanda. No resto a platibanda só perde. Tente abrir uma janela em um dia que esteja chovendo ou chuviscando; você não consegue, afinal, sua casa não tem beiral.
Minha dica é: contrate um bom arquiteto, faça telhado aparecente, evite telhas de concreto (que mais parecem cimento mesmo). As telhas de cimento também possuem envelhecimento precoce, são muito pesadas, e quando quebram, são muito difíceis de encontrar os locais quebrados.
Por fim prefira também as telhas de cerâmicas que não sejam barro vitrificado (uma vez que a temperatura de fusão do barro com o pó de vidro são diferentes e prejudicam o produto).
Questione o profissional, busque em sua região casas parecidas com as que você pretende construir e veja como essa casa está ou não envelhecendo com o tempo."

Por Fernando Jundiaí

"Com todo respeito, meu ponto de vista é diferente do Fabiano.
As casas com telhados embutidos podem sim ter "beirais platibanda", que inclusive são muito mais duráveis e charmosos do que os de madeira, que apodrecem com o tempo (chuva e sol). O "beiral platibanda" jamais vai deixar escorrer algo pelas paredes, e o mesmo vai proteger portas, janelas e a pintura da casa.
OBS: Este beiral platibanda está faltando no seu projeto!
Uma boa casa bem feita, com beiral platibanda e rufos, além de muito mais durável, fica muito mais estilosa e moderna.
Dependendo da região, se for muito quente, pose-se colocar telhas com proteção térmica.
Em Jundiaí - SP utiliza-se muito este tipo de construção, pois aqui é mais conhecido como 'laje caixão".
Casas com beiral platibanda são consideradas modernas e elevam o padrão da construção, pela estética proporcionada.
"
As lajes planas estão entre as coberturas mais comuns no mundo inteiro. Do Brasil à Sibéria, são largamente utilizadas em todo o tipo de construção. Um dos maiores problemas que o sistema enfrenta - e receio de muitas pessoas - é como realizar a impermeabilização, fundamental nesse sistema. A impermeabilização de lajes pode ser realizada de várias formas. Há pinturas impermeabilizantes, mantas de diversas naturezas, telhas metálicas ou de fibrocimento sobre laje e a manta asfáltica. A manta, se bem instalada, com caimentos corretos e proteção mecânica (isto é, , continua a ser uma das melhores soluções para lajes planas. Mas deve-se tomar muito cuidado ao contratar a empresa que vai executar a instalação, porque problemas podem demorar algum tempo para aparecer e, quando ocorrem, o prejuízo pode ser grande e a solução é geralmente complexa e trabalhosa. A eficiência térmica de como importar roupas uma laje varia muito em função do seu projeto estrutural, sua solução de impermeabilização e acabamento final. No entanto é possível prever mantas isolantes térmicas a serem utilizadas em conjunto com a laje para melhorar sua eficiência. Enquanto a impermeabilização e o peso que uma laje plana exerce sobre a estrutura da construção são os pontos fracos desse tipo de cobertura, podemos destacar três pontos fortes do uso desse sistema: plasticamente, a laje plana pode se tornar muito bonita e evita que a construção seja se torne muito vertical. É possível usar a cobertura como um terraço, se ela for calculada para tal, e esta pode ainda ser um teto jardim, solução interessantíssima para coberturas e muito adequada para nosso clima. Por fim, vale destacar que uma laje, calculada corretamente, facilita uma posterior expansão vertical da construção sem grandes incômodos.
As lajes planas estão entre as coberturas mais comuns no mundo inteiro. Do Brasil à Sibéria, são largamente utilizadas em todo o tipo de construção. Um dos maiores problemas que o sistema enfrenta - e receio de muitas pessoas - é como realizar a impermeabilização, fundamental nesse sistema. A impermeabilização de lajes pode ser realizada de várias formas. Há pinturas impermeabilizantes, mantas de diversas naturezas, telhas metálicas ou de fibrocimento sobre laje e a manta asfáltica. A manta, se bem instalada, com caimentos corretos e proteção mecânica (isto é, , continua a ser uma das melhores soluções para lajes planas. Mas deve-se tomar muito cuidado ao contratar a empresa que vai executar a instalação, porque problemas podem demorar algum tempo para aparecer e, quando ocorrem, o prejuízo pode ser grande e a solução é geralmente complexa e trabalhosa. A eficiência térmica de como importar roupas uma laje varia muito em função do seu projeto estrutural, sua solução de impermeabilização e acabamento final. No entanto é possível prever mantas isolantes térmicas a serem utilizadas em conjunto com a laje para melhorar sua eficiência. Enquanto a impermeabilização e o peso que uma laje plana exerce sobre a estrutura da construção são os pontos fracos desse tipo de cobertura, podemos destacar três pontos fortes do uso desse sistema: plasticamente, a laje plana pode se tornar muito bonita e evita que a construção seja se torne muito vertical. É possível usar a cobertura como um terraço, se ela for calculada para tal, e esta pode ainda ser um teto jardim, solução interessantíssima para coberturas e muito adequada para nosso clima. Por fim, vale destacar que uma laje, calculada corretamente, facilita uma posterior expansão vertical da construção sem grandes incômodos.
A impermeabilização de lajes pode ser realizada de várias formas. Há pinturas impermeabilizantes, mantas de diversas naturezas, telhas metálicas ou de fibrocimento sobre laje e a manta asfáltica. A manta, se bem instalada, com caimentos corretos e proteção mecânica (isto é, , continua a ser uma das melhores soluções para lajes planas. Mas deve-se tomar muito cuidado ao contratar a empresa que vai executar a instalação, porque problemas podem demorar algum tempo para aparecer e, quando ocorrem, o prejuízo pode ser grande e a solução é geralmente complexa e trabalhosa. A eficiência térmica de uma laje varia muito em função do seu projeto estrutural, sua solução de impermeabilização e acabamento final. No entanto é possível prever mantas como importar roupas isolantes térmicas a serem utilizadas em conjunto com a laje para melhorar sua eficiência. Enquanto a impermeabilização e o peso que uma laje plana exerce sobre a estrutura da construção são os pontos fracos desse tipo de cobertura, podemos destacar três pontos fortes do uso desse sistema: plasticamente, a laje plana pode se tornar muito bonita e evita que a construção seja se torne muito vertical. É possível usar a cobertura como um terraço, se ela for calculada para tal, e esta pode ainda ser um teto jardim, solução interessantíssima para coberturas e muito adequada para nosso clima. Por fim, vale destacar que uma laje, calculada corretamente, facilita uma posterior expansão vertical da construção sem grandes incômodos.

Infelizmente, não há muita informação acerca do assunto, mas com essas que encontramos acho que, se fosse para escolher sozinha, eu optaria pelo telhado...